Eventos Agrícolas

Nesta página fazemos um apanhado de informação variada que lhe pode interessar e auxiliar ao longo do ano agrícola.

Encontre aqui informação sobre:

AGENDA DE TRABALHOS AGRÍCOLAS – clique para aceder

AVISOS AGRÍCOLAS – clique para aceder

EVENTOS LIGADOS AO ALVARINHO – clique para aceder

 

Para informação específica e mais detalhada fale com um especialista +351 251 404 419 (Loja de Melgaço) ou +351 251 648 496 (Loja de Monção)

 

 

Agenda de trabalhos agrícolas

JANEIRO

> Semear fava, ervilha, alface, rabanetes, couve-flor, couve galega, nabo, nabiça, salsa, tomate, brócolos, repolho, cebola, cenoura, etc

> Colher couves e espinafres

> Criar hortaliças em viveiros

> Poda no minguante nas figueiras, laranjeiras e macieiras

> Enxertos no crescente

> Preparar canteiros, talhões e leiras, cuja terra deverá ficar muito limpa, fofa e sem torrões. Como neste mês são frequentes as geadas, as plantas devem ser cobertas de noite, com esteiras, giestas, urzes, etc

 

FEVEREIRO

> Semear abóboras, acelgas, alface (para transplantar em abril), alho-francês, beterraba, cebolas, cenouras, coentros, couve-flor serôdia, couve-de-grelos, espargos, ervilhas, espinafres, favas, feijão, malaguetas, melancia, nabiças, nabos serôdios, pimentos, repolho, salsa, tomate, couves tronchudas, pinheiro-bravo

> Plantar batata

> Colher nos abrigos couves de Bruxelas e cenouras

> No minguante podar exceto morangueiros e damasqueiros. Tratamento das maceiras, pessegueiros e pereiras

> No crescente iniciar enxertia

> Cavar, ou lavrar a fundo, os terrenos que estejam livres e em bom estado de enterrar estrumes e adubos fosfatados

 

MARÇO

> Semear milho, trigo de primavera, cevada, luzerna e outras forragens, linho, abóboras, alfaces, beterraba, cenouras, ervilhas, espinafres, feijões, melancias, melões, nabiças, rabanetes, salsa, tomates e pepinos.

> Plantar ou transplantar batatas, cebolas, couves e espargos

> Colher cebolas brancas e cebolinhos, rabanetes e azedas

> No minguante continuar com a poda às árvores frutíferas

> Pulverizar as laranjeiras com cal em pó ou em leite.

> Iniciar tratamentos na vinha contra o míldio e o oídio

> Preparar terrenos para as sementeiras e plantações para o presente mês e seguinte

> Proceder às primeiras sachas das alfaces, alhos e outras culturas em desenvolvimento

> Em caso escassez de chuvas regar pela manhã os talhões onde se efetuaram as sementeiras

 

ABRIL

> Semear: abóbora, alface, chicória, couve-galega, espinafre, ervilha, feijão, melancia, melão, nabiças, pepino e rabanete. Plantar ou transplantar: alface, batata, cebola, chicória, couves, pimentos e tomates

> Proteger a horta dos ataques dos insetos e lesmas com pesticidas apropriados

> Limpar os rebentos nos enxertos feitos às árvores de fruto.

> Sachar, mondar e, se necessário, regar, de preferência nas primeiras horas da manhã

> Proceder à adubação das vinhas cansadas

 

MAIO

> Semear girassol e soja

> Colher alcachofras, espargos, ervilha, fava, cebola verde; plantar tomate

> No crescente semear alfaces, abóbora, agrião, beterraba, brócolos, cenoura, couves, espinafres, feijão, pepino, pimentos, rabanete, repolho, melancia, melão e nabo

> Enxertar damasqueiros, amendoeiras, e laranjeiras

> Prosseguir com as sementeiras periódicas de feijão e de ervilhas.

> Continuar a sementeira de plantas e mondar, sachar e regar os alfobres.

> Regar as hortas de preferência à tardinha, para que a terra conserve por mais tempo a água absorvida.

 

JUNHO

> Semear em viveiro alface, alho–porro, couves flor e de Bruxelas, chicória, feijão, nabiças e rabanete, couve-nabo, couve galega, couve-rábano. Plantar ou transplantar. Cuidar de milharais, batatais e morangal.

> Plantar batata, pimento e tomate

> Colher alface, batata, chicória, couves, espinafres, cebolas, alho, nabiças e rabanetes

> Apanhar cerejas e nêsperas

> Extrair mel e cortiça

> Prosseguir com a preparação dos canteiros - regas, sachas, mondas, incorporação de estrumes, etc.

 

JULHO

> Semear acelgas, agriões, alface de Outono e Inverno, beldroegas, brócolos tardios, cenouras, chicória, couve-de-bruxelas, couve-nabo, couve-flor tardia, ervilhas, salsa, cenouras, feijão (de trepar e anão), nabo, rabanetes, repolho de Inverno, salsa.

> Colher alface, alho, beterraba roxa, beringela, cebola, cenouras, couves, espinafre de Verão, feijão e tomate, aipo e melões.

> Terminar a colheita da batata temporã e começar a destinada à semente.

> As regas são de grande importância neste período, e devem ser efetuadas à tarde.

> Desfolhar a vinha em volta dos cachos, não deixando que fiquem expostos à incidência direta dos raios solares

 

AGOSTO

> Semear: acelgas, agriões, alface, beldroegas, cebolas, cenouras, couve-nabo, espinafres, favas, feijão, nabo, rabanetes, ervilhas, repolho de Inverno, salsa

> Recolher fruta e no minguante secá-la.

> Preparar o terreno para as sementeiras e plantações do Outono.

> Regar pela fresca e sachar.

> Fazer a sulfatação e enxofra dos tomateiros. Limpar os morangueiros.

 

SETEMBRO

> Semear agriões, alfaces, azedas, beldroegas, cebolas, cenouras, chicórias, coentros, couves-flor, repolho, ervilhas, espinafres, favas, nabos, rabanetes, salsa, segurelha, etc

> Plantar morangueiros.

> Colher amêndoa.

> Colher feijões e cebolas maiores para semente.

> Marcar, antes da vindima, as melhores cepas da vinha para o fornecimento dos garfos para as enxertias

> Enxertar cerejeiras, macieiras, pereiras e curar com calda.

> Depois da apanha da fruta dar início à poda e limpeza das árvores.

> No crescente continuar a semear centeio e cevada.

> Cuidar das hortaliças (brócolo, couve-flor, penca e repolho), que deverão ser estrumadas ou tapadas a meio do mês.

> Continuar a preparação dos talhões para as próximas sementeiras e plantações de Outono-Inverno, efetuando cavas fundas e procedendo ao enterramento do estrume e dos adubos.

 

OUTUBRO

> Semear ervilhas, favas, lentilhas, nabos, rabanetes, cenouras, espinafres, coentros e agriões

> Colher feijão, castanha, noz, avelã, abóbora e melão de inverno.

> Iniciar a colheita da azeitona

> Continuar os trabalhos de vindima

> Plantar espargos, couves, beterrabas, morangueiros, alhos e cebolinhas. Plantar em local definitivo as couves de primavera e as alfaces de inverno.

> Plantar árvores de fruto e podar (corte diagonal) as resistentes ao frio

> Os alhos devem plantar-se cedo e agradecem uma boa adubação potássica

> Preparar terrenos, cavando ou arando e estrumando abundantemente. Defender as hortaliças contra geadas.

 

NOVEMBRO

> Semear alface, beterraba, cebola, chicória, tomates, couve-galega, nabiças de grelo, nabo redondo, rabanetes, ervilhas, favas, salsa, agrião, cenouras, alho e tremoço.

> Semear cereais como aveia, centeio, cevada e trigo.

> Plantar cerejeiras, pessegueiros, pereiras e macieiras no crescente. Plantar batata em zonas secas.

> Colher azeitona e beterraba

> Preparar os talhões e os canteiros destinados às sementeiras e plantações de Primavera. Desbastar os nabais, aproveitando o produto do desbaste para dar ao gado. Proteger contra as geadas as plantas mais suscetíveis

> Começar a poda da vinha nos sítios menos frios

 

DEZEMBRO

> Semear cebola, couves, nabiças, rabanetes, espinafres, agriões, alfaces, favas, ervilhas e cenouras.

> Plantar chicórias, couves diversas (nomeadamente repolho e couve-flor), estolhos de morangueiros, alhos e cebolas.

> No crescente plantar macieiras e pereiras e cortar madeiras

> Fim da apanha da azeitona e continuar a poda das vinhas.

> Preparam-se talhões e canteiros para as culturas próprias da época e, também, para as da próxima Primavera

> Continuar a podar nas vinhas já despidas de folhagem

 

Avisos agrícolas

Aceda ao website do Serviço Nacional de Avisos Agrícolas para consultar os avisos emitidos pelo ministério da agricultura.

O Serviço Nacional dos Avisos Agrícolas (SNAA) é um serviço do Ministério da Agricultura e do Mar, prestado pelas Direções Regionais de Agricultura, que tem por finalidade emitir avisos agrícolas.

O SNAA é coordenado pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e divulga informação importante para o agricultor, designadamente ao nível da previsão das intervenções fitossanitárias e práticas culturais que lhes permitam efetuar uma gestão mais racional da água.

Pode aceder a avisos fitossanitários, avisos de rega, dados relativos a extremos climáticos, etc. diretamente através da página online do SNAA ou pode passar a beneficiar deste serviço, através de inscrição na Estação de Avisos mais próxima da sua residência.

 

Eventos ligados ao Alvarinho

ABRIL - FESTA DO ALVARINHO E DO FUMEIRO DE MELGAÇO

Iniciou-se em 1995 para apresentar os produtos locais para as populações locais. Com o passar dos anos tornou-se numa festa reconhecida a nível nacional. Decorre geralmente em Abril. Em 2009 o Turismo de Portugal reconheceu o seu Interesse para o Turismo onde os produtores de alvarinho e de fumeiro do concelho marcam presença na Feira. Pretende-se promover os produtos locais de qualidade e as atividades que com eles se relacionam, como sejam os vinhos alvarinhos, o fumeiro, o artesanato, o turismo e a gastronomia.

 

ABRIL - CONCURSO MELHORES VERDES - COMISSÃO DE VITICULTURA DA REGIÃO DOS VINHOS VERDES

Organizado pela da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, geralmente em Abril. É um evento conceituado, onde o o júri é composto por reputados especialistas portugueses e estrangeiros.

 

JUNHO - ALVARINHO WINE FEST MONÇÃO/MELGAÇO

Organizado pelos Municípios de Monção e Melgaço, em parceria com a “Cofina Media”, decorre em Junho, no Parque das Nações, em Lisboa. 

Nesta iniciativa, celebra-se a genuinidade dos monovarietais de vinho Alvarinho com a presença de diversos produtores da Sub Região de Monção e Melgaço, aposta-se na tradição e requinte da culinária local e inova-se com novas combinações e experiências gastronómicas. Tem como objetivo central a valorização da autenticidade do vinho Alvarinho produzido em Monção e Melgaço, propondo, em paralelo, explorar conceitos da gastronomia clássica com tendências contemporâneas agradáveis ao olhar e paladar.

 

JULHO - FEIRA DO ALVARINHO DE MONÇÃO

Realiza-se habitualmente no primeiro fim-de-semana de Julho. É um dos eventos dedicados à promoção e comercialização de vinhos mais procurados e prestigiados do país. Ao longo dos três dias, a feira é visitada por 70 a 80 mil pessoas. Reúne sempre mais de uma centena de expositores. Podem-se encontrar os produtores de vinho, tasquinhas, fumeiros, doçaria tradicional, expositores de artesanato, instituições sociais, culturais e desportivas, etc.

 

NOVEMBRO - FESTA DO ESPUMANTE DE MELGAÇO

Criar nova oportunidade de promoção para os produtores de espumante é o objetivo da Câmara de Melgaço que lança em novembro um evento dedicado a esta categoria de vinhos. Este evento é um pretexto acrescido de visita até Melgaço, numa época do ano em que o calendário de eventos tem menos oferta.

Partilhar

Imagem rodapé

© 2019 LC Domingues - Todos os Direitos Reservados | Legal | Comunicação com alma by Comunicação global: Design Estratégia Marketing Publicidade Internet